Notícias

24/08/2017 15:01:23 -
MEIO AMBIENTE
Agricultura na defesa do meio ambiente com ações sustentáveis

Com o tema “Contribuições da pecuária brasileira para o desenvolvimento sustentável”, o superintendente Técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA, Bruno Lucch, participou, esta semana, da sétima edição do Encontro Internacional de Pastoreio Voisin, realizado em Maceió, Alagoas.
Promovido pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Alagoas (Faeal) e pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Alagoas (Senar-AL), o evento começou quarta-feira passada,23, e prossegue até hoje, dia 25, quando será realizado um dia de campo no município de Olho d’Água das Flores, no sertão alagoano.
Para um público de quase 500 participantes, Lucch apresentou um estudo sobre a emissão de gases pela pecuária, destacando a importância do chamado “sequestro de carbono”, que é a fixação do gás pela pastagem. Tal fenômeno, segundo ele, seria maior que a quantidade de gás emitido pelos animais, o que mudaria de forma positiva a posição do Brasil no ranking mundial de emissão de gases poluentes.
Na oportunidade, o representante da CNA destacou a eficiência da pecuária brasileira com a aplicação de técnicas que resultaram no aumento da produção em uma área menor de pastagem e de forma sustentável. 
“Temos no Brasil 61% da vegetação nativa preservada”, afirmou Lucch, lembrando que mais 11% de áreas preservadas estão inseridas em propriedades rurais. “O produtor contribui com o meio ambiente sem receber nada por desempenhar essa ação. Ele é mais eficiente que o governo para proteger a natureza”, declarou ele, acrescentando que o desafio do setor é continuar crescendo, gerando benefícios econômicos e ambientais.