Textos, notas e informativos distribuídos para a mídia


20/10/2003 - BCCOM

Senador cobra do governo solução para dívidas rurais
O líder do PMDB no Senado, anunciou para a próxima terça-feira, em Brasília, uma reunião com a equipe do ministro da Fazenda...

Brasília – O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros, anunciou para a próxima terça-feira, em Brasília, uma reunião com a equipe do ministro da Fazenda, Antônio Palocci, que pode pôr fim ao novo impasse na solução das dívidas dos pequenos agricultores. Depois de um almoço com o presidente Lula em que estava presente o ministro da Fazenda, Renan acertou com Palocci a retomada das negociações para encontrar uma saída para as dívidas dos produtores no semi-árido nordestino.

Renan conseguiu reunir em seu gabinete os líderes do governo, Aloízio Mercadante, e do PFL, Agripino Maia, além da secretária de Articulação Regional do governo de Alagoas, Fátima Borges, a presidenta da Associação dos Municípios Alagoanos e prefeita de Feliz Deserto, Rosiana Beltrão (que representa as 102 prefeituras do Estado), além do prefeito de Santana do Ipanema, Marcos Davi. “Vamos encontrar uma saída. Os pequenos e médios agricultores não podem mais ser prejudicados. Acho que o governo federal está sensibilizado para a necessidade de repactuarmos as dívidas rurais”, afirmou o senador alagoano.

O governo editou uma Medida Provisória, em julho deste ano, prevendo a repactuação das dívidas dos mini, pequenos e médios agricultores. Mas, segundo o presidente da Associação dos Produtores Rurais Alagoanos (Apressa), Maxwell Faustino Rocha, a medida não cumpriu o acordo fechado entre os produtores e parlamentares do Nor-deste com os líderes governistas no Congresso. E, da forma como está, não atende ao Semi-árido.

Em Alagoas, são 30 os municípios que já tiveram o estado de calamidade pública reconhecido pelo governo federal. “Nossa intenção é sensibilizar o governo para que o acordo seja revisto e uma nova Medida Provisória editada”, afirmou Fátima Borges.